Mensagens

O melhor sinal.

É quando me rio das conversas que tenho comigo mesma!

Declaração de Amor - Take XXXIX

Tu és o meu amuleto.

Ao meu Lado B.

Obrigada pelo nosso filho lindo.

São João da Caparica:

A praia das memórias felizes.

Banana Yoshimoto

A mulher que vive do outro lado do meu espelho!

Verbo para (o que resta de) 2017:

Amar. Apaixonar. Dar. Perdoar. Recontar. Efabular. Acreditar. Viajar. Navegar. Abraçar. Beijar. Mergulhar. Desvendar. Viver. Aprender. Agradecer. Ceder. Adormecer. Correr. Merecer. Vencer. Ocorrer. Debater. Receber. Socorrer. Escolher. Permanecer. Compreender. Ser. Agir. Fundir. Despir. Descobrir. Curtir. Abrir. Admitir. Fruir. Garantir. Imprimir. Inquirir. Intuir. Interagir. Decidir. Assumir. Repor. Expor. Dispor. Propor. Recompor.

Lisboa:

A cidade onde definitivamente recebo mais abraços.

Verbo da Semana:

Bombeirur.

Breve introdução ao Conceito: Refúgio

Teres a chave de uma casa em Lisboa onde numa gaveta da cozinha há um frasco do teu café favorito.

2017:

O ano da Travessia.

No restaurante aprende-se:

Que a fome geralmente é resultado da falta de medicação.

Declaração de Amor - Take XXXVIII

Eu quero encontrar-me de amor contigo.

Ninguém me preparou para isto!

Quando o teu filho de 17 meses acha piada e quer mexer nas tuas mamas!

Man, you got me feeling alive

Imagem

Breve introdução ao Conceito: Infâmia

Sair a suar em bica da passadeira do ginásio e ela brindar-me com a frase: Volta Calma!

Às vezes:

Desconfio que a única forma de não nos magoarmos uns aos outros e não nos deixarmos magoar é vivermos numa gruta isolados de tudo o resto. 

No bar aprende-se:

Que a minha perdição não são barbas, nem ombros largos, mas sim homens complicados.

Não sei lidar...

O que me custa não é viver com a mágoa do que não fomos, mas sim conviver com a dúvida do que podíamos ter sido.

We don’t have forever

Imagem

A sensação deve ser a mesma!

Aquele momento em que consegues abrir o cadeado do cacifo só como uma mão, qual gajo a desapertar um soutien com apenas cinco dedos livres!