Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2007

A cereja em cima do bolo...

Imagem
Ligarem-me na passada terça-feira à noite a sugerir uma ida ao cinema foi bom...
Durante essa chamada terem-me dito que me ofereciam bilhetes para ir a uma ante-estreia foi muito bom...
Mas ver o Vigo Mortensen completamente nu, neste filme, foi do melhor...
A chamada cereja em cima do bolo!!!


P.S. Ah! O filme também é bastante bom. Para os que não são privilegiados e ainda não viram, conta a história de uma menina russa que morre ao dar à luz uma criança. No meio deste enredo, descortinamos os intrincados daqueles que vivem mo meio da máfia russa. Um motorista cuja história é contada através das tatuagens que tem no corpo, um suposto líder que é gay e como tal não o pode ser e uma enfermeira que encontra parte da sua história na história dos outros.
Pessoalmente, achei um pouco violento. Houve cenas que preferia não ter visto, mas o Viggo nú apagou qualquer trauma que daí possa ter decorrido...

Conhecem...

Imagem
... Aquele Lei que enuncia que por cada pessoa inteligente que nasce, nascem 5 estúpidas?
Se não conhecem não faz mal. Devo ter sido eu que inventei a dita agora. Mas garanto-vos que é real!
Pois! Tanto assim é, que para compensar o facto deste País ainda ter pessoas inteligentes, apareceram uma data de gente estúpida que resolveu ter a estúpida ideia de criar a nova campanha publicitária da Tagus, pelo orgulho heterossexual.
Como parece que não correu lá muito bem (vá-se lá saber porquê!), os ditos mudaram a coisa e passaram a ter disponível uma espécie de petição para ser assinada por aqueles que concordavam com a dita ideia (adivinhem?) estúpida.
Como esta nova ideia era (mais uma adivinha?) tão ou mais estúpida que a anterior, mudaram o bico ao prego e agora limitam-se a proclamar a liberdade de escolha.
Parece-me a mim que isso tanto pode incluir o orgulho heterossexual como o homessexual... Mas sou só eu a achar...
Tenho ou não tenho razão ao proclamar que por cada pessoa inteligente …

Porque este País ainda tem pessoas inteligentes...

Imagem
Para aqueles que se alheiam do Mundo, como eu e que raramente se preocupam com coisas triviais, este post vai parecer estranho. Mas achei que este assunto não seria tão trivial assim.
Esbarrei recentemente com o facto mais que estúpido, de que neste país se paga um valor de IVA de 5% sobre o valor dos livros (o que até aqui me parece mais que aceitável!), mas sobre os discos/CD's o IVA tem um valor de 21%!
É verdade! A música neste país é um luxo! Como tal só acessível aqueles que se podem dar a ele.
O mais engraçado ainda é que também esbarrei com o facto de a nossa Ministra da Cultura, a Drª. Isabel Pires de Lima achar que da facto um livro é um bem mais essencial do que uma música. E ter ainda chegado ao cúmulo de até ponderar rever este valor de IVA para os normais 5% (digo eu!) nos CD's de música clássica e erudita.
Obviamente que apenas nestes! Nem a questão se colocaria nas músicas pop, rock, funk e mais o que raio for. Porque isso na opinião da nossa Ministra não é cultura…

*

Imagem
Viver comigonão é fácil.


...eu que o diga!




In Unbuttonmysoul



Eu sou chic!

Imagem
You Belong in Paris




You enjoy all that life has to offer, and you can appreciate the fine tastes and sites of Paris.

You're the perfect person to wander the streets of Paris aimlessly, enjoying architecture and a crepe.

What European City Do You Belong In?

Ou como o feitiço se vira contra o feiticeiro

Imagem
Foto: Brassaï


Incentivei-te a tomar esse novo rumo. Acreditei que seria o melhor a tomares, porque te faria feliz. Esqueci-me de verificar se nesse caminho eu também poderia caminhar...


In Egos de Sophia

Até...

Imagem
... Tinha umas coisas giras para escrever.
Mas tendo em conta que me deitei às 6h30 da manhã e acordei ao meio-dia e amanhã é dia da trabalho, acho melhor ir dormir e presentear-vos com as minha estupidez quando tiver cérebro suficiente para disfarçar a minha atrasadice mental...

É verdade!

Imagem
Meus caros, enquanto não vos devendos os pormenores sórdidos da minha vida privada (e se os há!), tenham um bom fim-de-semana que eu vou ali a Coimbra matar saudades e já volto!
Até lá vocês já sabem que não tenho tempo para o blog.

Meninos...

Imagem
Ora só quando uma gaja que até tem um blog fala de meninos é que recebe uma porrada de comentários???
Tenho de vos contar mais da minha vida privada, está visto!!!

As pessoas vivem com sacrifício...

Imagem
Vou na rua. O dia pode até não me sorrir. Posso até levar os pés dentro de umas botas que parecem uma piscina, mas reparo.
Olho os outros como se visse pessoas pela primeira vez. Sinto-me como alguém que acabou de chegar a este planeta e não sabe o que esperar.
Reparo. Vejo pessoas. Cinzentas, amargas, com expressões de dor. Pessoas que vivem com sacrifício. As pessoas vivem com sacríficio...
As pessoas que comigo se cruzam levam no rosto uma sabor amargo a solidão. Pessoas que mastigam problemas. Ruminam confusões. Discussões.
Pessoas sombrias com desgostos que a vida sulcou. Num rosto cansado.
Não vejo pessoas que sorriam. Não vejo nos outros expressões de felicidade. Não vejo ninguém que caminhe sozinho a passos apressados e se sinta leve e inocente como uma criança.
Vejo pessoas que carregam nos ombros os pesos da responsabilidades. Os trocos contados no fim do mês. As preocupações com contas e empréstimos a pagar. Pessoas que contabilizam. Tornam-se contabilistas à força das circunstâ…

Só um favorzinho...

Imagem
Para aqueles a quem interessar, depois do roubo da dita mochila e de toda a minha identidade, finalmente já posso provar que eu sou eu!
Contudo, devido apenas a um pormenor de preguicite aguda ainda não me dei ao trabalho de tirar novamente a carta de condução.
Por isso pede-se a todas as forças policiais deste país que agora na quadra natalícia sejam generosos e não fiscalizem a menina já que não o fizeram nos quase 6 anos de condução perigosa que sempre fiz questão de manter.


Ah! E para aqueles a quem possa interessar a mochila nunca mais foi encontrada e como tal não recuperei nada. No entanto, comprei imensas coisas novas para substituir a perda das antigas.
Menos mal...

Coisas simples da vida...

Imagem
É bom começarmos o dia a dizerem-nos que temos umas calças novas giríssimas (haja alguém que repare nisto!) que nos ficam lindamente e que estamos cada dia melhor.
É bom chegar ao trabalho receber um beijo de bom dia e dizerem-nos que o nosso cabelo cheira bem e que somos a sua sereia .
É bom termos alguém a tentar engatar-nos apenas pelo som da nossa voz ao telefone, a ponto de nos empatar 30 minutos de conversa e ainda nos propor uma viagem a Manchester na próxima Segunda-feira.
É bom irmos na rua à chuva, batermos acidentalmente com o guarda-chuva em alguém, pedirmos desculpa e recebermos o mais luminoso dos sorrisos vindo do sexo masculino.
Parece que há dias em que a nossa energia luminosa desponta e é absorvida por outros.
E tudo isto apenas com acontecimentos simples....

É só de mim...

Imagem
... Ou vocês também acham que depois do programa "Querido Mudei a Casa", da SIC Mulher, as restantes divisões que não sofrem a intervenção do dito/a decorador/a ficam assim que a modos que um pouco desaqueadas ou mesmo pirosas em relação à divisão que é mudada?

Eu cá só me inscrevo nesse tipo de coisas, se for para me oferecerem uma casa toda nova!

Abecedário I (ou uma aventura na pele).

Imagem
(Foto de Bubbles)


“Adoro Beijar-te”, Comentavas Devagarinho, Enquanto Fazias Gestos Hábeis, Intrusivamente Juramentados, Ladeando Morros Nos Ombros Para Que Ríssemos Sem Tino. Uma Vontade Xicarada, Ziguezagueando.

In Engomo Roupa a Menos

A Quem?

Imagem
A Quem se confiam os nossos medos quando já os confiamos a todos aqueles que nos são próximos e esses medos passaram a ser os medos dessas pessoas também?
A Quem se confiam as nossas fraquezas quando já se confiaram a todos aqueles que nos são queridos e tornaram-se eles fracos também?
A Quem se confiam as desilusões se todos aqueles a quem o poderíamos fazer, são eles próprios desiludidos também?
A Quem?

Já não há HOMENS neste país?

Imagem
Ou isso ou são TODOS gays!

Note-se desde já que eu não tenho nada contra os gays. Já aqui disse que até gostava de morar com um gay. Há um je ne sais quoi nos gays que me faz gostar de partilhar opiniões sobre rabos, beleza e gajas pirosas entre outras coisas...
Mas como tudo na vida há o lado mau da coisa. E o lado mau dos gays é que eles serão sempre ou na maior parte dos casos, incapazes de me foderem. E gajo que é gajo e não fode uma gaja não é gajo!

Mas tudo isto porquê, perguntarão vocês. Muito simples meus caros.
Vai aqui a menina a sair de casa hoje à tarde e na boa inocência e como vive num 4º andar, chama o elevador de serviço. E enquanto isso e porque é uma menina muitíssimo ocupada fala ao telemóvel e rentabiliza tempo nestas coisas.
A menina fala e de repente diz assim: "Precisava MESMO era de miminhos!" (Note-se aqui que a menina esteve recentemente com uma gastroentrite.)
Ora no preciso instante em que a menina diz estas palavras o elevador abre-se e a menina dá …

Um Ano...

Imagem
Faz hoje exactamente um ano. Um ano que passou...
E ainda faço o luto por tantos pedaços que se partiram depois disso.
Junto cacos que não podem ser colados.
Mas ainda não sei o que lhes fazer...

E agora...

Imagem
... Se me desculpam, vou só ali aturar uma merda de uma formação da empresa e já venho!

Com Vossa licença...

Pior...

Imagem
Diz que um belo fim-de-semana em Lisboa ficou arruinado por causa de uma gastroentrite no Domingo. Parece que foi mais uma!
Diz que a saúde da menina só piora e hoje fiquei em casa de molho a comer arroz e cenoura cozidos.

Diz que ando a fazer a dieta de re-hidratação e a beber 2l de chá por dia.
Diz que já estou em casa e com o ânimo levantado para me rir de mim mesma.
Parece que isto para estes lados não anda nos melhores momentos, mas a gente chega lá.
Que eu cá não desisto!

Menina muito chateada com leitores...

Imagem
Ora então os meus queridos leitores deste blog não prestam mesmo nenhuma atenção à minha pessoa.
Sou mesmo uma blogger banal, daquelas light que se digere sem qualquer tipo de dificuldade, porque não tem tema de especial para realçar.

Ora a menina não escreve nada no tasco desde Domingo (atentem bem! Domingo! 5 dias!!!) e não há uma única alma caridosa que se aperceba do facto e pergunte à menina o motivo de tal desaparecimento. Não há uma única alminha que entenda que NÃO É NORMAL eu estar tanto tempo sem escrever.

Ora aqui a menina começa por ter uma avaria no computador na Segunda-feira à tarde, ora aqui a menina teve vómitos terríveis na Quarta-feira à tarde e ainda está em convalescença.

Ora aqui a menina perdeu deste modo bilhetes para uma ante-estreia na Quinta-feira devido à convalescença. Ora aqui a menina perdeu um jantar no Convento do Beato na Quarta-feira à noite.

E ora aqui a menina está muito triste por ninguém notar a sua ausência e só por causa disso os leitores da menina…

Cenas dos próximos capítulos...

Imagem
Ao que parece agora aqui a menina anda a decorar as falas de uma tal Elmire, na peça de Tartufo de Moliére.
É preciso chegar aos 23 anos e perceber que até podemos ter algum jeitinho para fazer papéis. Quanto mais não seja de parva!
Brevemente seguir-se-ão os episódios da saga: "100 Sentidos aspirante a actriz!".
Não percam!!!

A religião dos homens

Qualquer homem, a qualquer momento, pode subverter qualquer lei de um qualquer deus.



In Estupidez Andante

The bright side of life...

Imagem
Lembram-se daquele dente que me doía muito e por causa do qual andei duas semanas a tomar Nimesulida?
Lembram-se, lembram-se?
Pois esse dente foi arrancado hoje à tarde e só tenho a dizer-vos que me dói muito menos agora do que antes.
E como era um dente do siso, além das dores devo-me ter livrado também de cerca de 1kg!
Com menos um dente e menos um 1kg.
Não me parece mal...

Hummm...

Imagem
Prevê-se por aqui uma mudançazinha de layout...

Que vos parece?

Mudar ou não mudar... Eis a questão...

E tão shakespearazana que eu estou hoje! E inventora de palavras também!!!

Resumindo uma história...

Sempre foi só.

Tornou-se hábito. Tomou a solidão por companhia e deixou de se sentir tão só. A infância foi pródiga em amigos e brincadeiras de sonho sem fim e sem limite dentro da barreira do seu quarto. Quase nem deu pela chegada da adolescência. A solidão fez dela uma criatura de hábitos. Foi difícil deixar os amigos entrar. As barreiras eram muitas. Só quando entrou na idade adulta os amigos se cimentaram na sua vida. Os 'amores' só lhe aumentaram o gosto pela solidão. Ainda e sempre se refugia na solidão. O amor caiu-lhe em cima como uma verdade não profetizada e deixou-a perdida. Perdeu as suas rotinas, os seus hábitos sós.

Não desistiu, ficou dia após dia, noite após noite a combater aquela solidão que não entendia. Quis expulsá-la, mas percebeu que o melhor seria aceitar que por companhia aquela mulher teria sempre a solidão e isso não a faria amá-lo menos.



In Egos de Sophia