Ora vamos lá ao carro amarelo, que eu tenho muitos mais assuntos sobre os quais escrever...


Como eu referi, proponho-me a explicar o que é o estereótipo do carro amarelo!

Não tivesse eu mais nada que fazer na vida e ainda ando em formação aos Sábados durante todo o dia, desde o início de Outubro e só termina mesmo no Sábado antes do Natal! Não que isto vos interesse de sobremaneira, mas serve para vos contextualizar face a uma teoria/explicação sobre o assunto.

Ora esta bela formação, além de servir alguns dos propósitos profissionais, serve alguns financeiros mas acima de tudo a maioria deles são pessoais. Diz que a referida Formação fala sobre Igualdade de Género, com subtemas tais como Violência de Género em Relações de Intimidade e nomes assim pomposos tais como estes.

Pois que num dos exercícios da dita coisa tinhamos que identificar estereótipos correntes, quer nossos quer da sociedade em geral.

Adivinhem lá qual foi o primeiro que surgiu? O da loira burra, pois claro!

E foi aí que se fez luz, as orações começaram a soar na minha cabeça e eu identifiquei o meu estereótipo mais vincado! Claro está que foi o do carro amarelo!!!

E em que é que consiste? (Vou ser altamente cruxificada e apredejada à conta disto!!! Mas pelo menos sou sincera!)

Em nada mais nada menos, do que afirmar que quem tem carros amarelos são africanos residentes em Portugal!


Explicação dada... Vá, agorem apelidem-me de racista que eu já estou mesmo à espera!

1 comentário:

gulpi disse...

Excepto se se tratar de um Gallardo.
Por vezes essa faceta mais mazinha sobressai! ;)

Breve introdução ao Conceito: Realidade

O ponto médio entre duas visões distintas.