Dos motivos do não amor...

A razão porque já ninguém se apaixona no trânsito é porque cada vez mais os portugueses conduzem pior.

E parecendo que não, a condução diz muito sobre o tipo de pessoa que está ali em causa.

Ainda na linha da semana passada...

O meu vizinho de 3 prédios à frente do meu, está outra vez a gritar impropérios em janela, como costuma ser seu hábito nos Domingos de cada mês.


Aposto que se ele tivesse um blog onde escrever seria um mega sucesso bloguístico!!!


Eu no ano passado fiquei caladinha...




Mas este ano antes que meia blogoesfera desate a queixar-se das cinzas, eu aviso-te já ó Grimsvotn, eu para a semana vou para a Eslovénia e a seguir para a Suíça, por isso acalma lá os nervos e vê se me deixas viajar sim?




Que eu não tenho refundable tickets, tá?


Aprendizagens:

A distância permite-nos ganhar perspectiva.