O meu corpo é um termostato de felicidade*

Fria, gelada, gélida é uma tristeza profunda que vai aumentando de grau.
Quente, fervente e estilo central nuclear é uma felicidade imensa que não me cabe no peito.


* Não influenciável pelas estações do ano.

 

Comentários

Mensagens populares deste blogue