Vir a casa tem destas coisas.

Hoje descobri no meu quarto de adolescente/jovem adulta um diário onde em 2005 escrevia: "No fundo adoro-me tal como sou!"

8 anos depois não mudou nada.

Comentários

Mensagens populares deste blogue