Rubrica "Quem conhece alguém que esteja em..."

Eu sou uma apaixonada por pessoas. Sou ainda mais apaixonada pela minha vida e quase todos os dias estou conciente da sorte que tenho por poder viver tudo o que vivo.

Sei que não tenho uma vida comum e que a maioria das coisas que me acontecem com tanta naturalidade são acontecimentos quase impossíveis de acontecer à restante humanidade. Percebi facilmente também que não só adoro isto, que muitas vezes o procuro mas também que o aceito de braços abertos como se da coisa mais natural do mundo se tratasse.

Assim, quando um amigo meu desta coisas dos blogs (que descobri mais tarde que vivia em Coimbra onde eu estudei, com o qual falei 6 anos sobre tudo sem o conhecer e que finalmente ao 7º ano de segredos partilhados fomos finalmente tomar um café!) se apercebeu de que eu estava na Lituânia a trabalho disse-me que se eu passasse pela cidade onde por acaso estou em reunião, tinha cá uma amiga de Coimbra aboslutamente fantástica que me podia fazer uma visita à cidade e dar-me a conhecer o outro lado não turístico do que aqui existe.

Claro que eu não me fiz rogada e vamos lá de ver se a miúda tinha disponibilidade para a coisa. Ela respondeu, disse-me que sim e parece que logo à noite vou jantar com uma lituana numa cidade chamada Kaunas (mas que se lê Konas) e descobrir os segredos escondidos cá do sítio. Ela já me avisou para trazer roupa gira porque podemos sempre acabar numa festa gira. 

E eu só penso que isto de ter amigos que estão dispostos a partilhar os seus amigos connosco é das melhores coisas da vida. E uma característica especial que eu muito aprecio.

Comentários

Inês disse…
Miúda, inscreve-te no Couchsurfing. Em todas as cidades vais encontrar pessoas simpáticas, dispostas a ir tomar um café e fazer uma tour turística :)
Ana A. disse…
Inês, feito há quase 2 anos!

Além de já ter recebido gente porreira e conhecido outros igualmente bons, acabo por confiar sempre mais em amigos "recomendados".

Há um selo de garantia de qualidade que me agrada especialmente!
Caetana disse…
Disseram-me um dia que o mundo é do tamanho de uma ervilha e, raios, se é... mas tu exageras!!!!! :)
Ana A. disse…
Minha querida Caetana, se assim não fosse como nos teríamos nós conhecido?

E aposto que um dia decidiamos remexer a sério nos baús ainda vamos encontrar alguém em comum!
Ann disse…
Também sou uma apaixonada por pessoas :)
Calíope disse…
Não é a primeira e possivelmente não será a última coisa que temos em comum. Acho que esse "selo de qualidade amigo-de-amigo" é um bom ponto de partida para qualquer coisa: tanto os peço como os cedo!

Mensagens populares deste blogue

Tal como agora.