Como não desejei nada, ainda vou a tempo.

Hoje alguém me ensinou que em vez de desejos para 2014, devíamos antes formular vontades.

Comentários

Mensagens populares deste blogue