[Sem título]

Sê grato à vida, (perdoa-lhe) mesmo quando a lâmpada se apaga a meio do caminho e não sabes onde encontrar o interruptor que acende o pensamento.


Comentários

Cat disse…
estou sem capacidade pra ser grata, mas hei-de lá chegar. texto bonito esse. quase que me dá esperança!

Mensagens populares deste blogue

Porto (de Abrigo)

Eu:

Cabe-nos a nós fazer melhor!