Day 3: No.1


A minha mãe será sempre uma das minhas prioridades e exemplos. 
Discutimos muito e quando estamos juntas mais que um fim-de-semana é coisa que me arrasa os nervos. 
Somos diferentes em quase tudo, física e psicologicamente. Temos ideias opostas sobre tantas coisas que seria caso para dizer que muito é o que nos separa e se não fosse o amor desmesurado que sentimos uma pela outra já nos teríamos separado à muito.
Mas a minha mãe é a minha pessoa. Aquela que nunca me falhou, que sempre apoiou as minhas loucuras, que conhece o pior de mim mas sabe também de todo o meu potencial e ama-me por tudo isso.
E depois manda-me cartas destas e eu fico derretida, babada, de lágrimas nos olhos a ler aquilo que ela me diz. Porque o amor sente-se nisto também.


Comentários

teardrop disse…
Sem dúvida que o amor de mãe é inigualável... :) Beijinhos e bom fim-de-semana

Mensagens populares deste blogue

Porto (de Abrigo)

Dear Past Me:

Cabe-nos a nós fazer melhor!