Também sei ser um fashion blog - Parte II



A vida tem-me trazido oportunidades fantásticas, pessoas extraordinários e recompensas fabulosas. 

É este o caso da Raquel e da sua Polyphonic, a marca que criou para vender malas feitas de discos de vinil e pela qual me apaixonei à primeira vista. 

Quis a vida que eu entrevistasse a Raquel para um trabalho que fiz e que a empatia fosse imediata, não só porque me identifico com ela mas também porque a admiro na energia, na vida e nas milhares de ideias que pupulam na sua cabeça. E foi impossível resistir por mais tempo a ter uma mala destas.

E a pequenina da foto de cima habita alegramente o meu closet desde há uns dias e não só tem sido "vítima" de inúmeros olhares nada discretos como já me valeu inúmeras conversas com desconhecidos com pinta e piada!

Porque é uma peça original e exclusiva, se virem a dita cuja a passear Lisboa, já sabem que a pessoa acoplada à mala sou eu!

Comentários

Ulisses L disse…
Achei bué fixe...

...mas não pude deixar de ter pena dos discos...

:)

Mensagens populares deste blogue

Dear Past Me:

Cabe-nos a nós fazer melhor!

Re-Inventei-me...*