Ainda não sei bem de que género foste tu.

Há amores que são autênticos tsunamis que arrasam cada pedaço do coração e nem uma pontinha da alma fica para amostra, como se fosse preciso reconstruirmo-nos do início.

E depois há amores que são apenas abalos sísmicos de fraca intensidade que geralmente servem de aviso para um abalo maior que pode acontecer a qualquer momento ou então servem apenas para libertar algum vapor e energia enquanto nos aguentamos por mais algum tempo.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Cabe-nos a nós fazer melhor!

Dear Past Me:

Auto-punição.