Não importa a duração.

Sinto falta daqueles momentos mágicos que nos permitem evadir da nossa realidade por, breves ou longos não importa, instantes.

Aqueles instantes que nos renovam a fé e nos permitem acreditar que de facto o Mundo pode ser ainda um lugar muito melhor do que já é (para alguns de nós!).

Definitivamente, o Mundo precisa de pessoas inspiradoras. E eu também.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Eu:

Porto (de Abrigo)