O saudosismo que me é inerente.

Sei que sou Portuguesa de alma e coração quando me sinto a morrer de saudades de estar aninhada num abraço masculino.

Comentários

Mensagens populares deste blogue