Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2015

Até eu tenho medo de mim!

Em dias como hoje acredito e sinto-me capaz de mudar o Mundo!

Ah! E amanhã estou de férias!

Prometem-me um almoço à beira-mar e surfistas na praia e eu dou pulinhos de contente e começo o dia a dançar!

Tempo no limite.

E como se já não chegassem todas as loucuras da minha vida, acho que é este ano que publico um livro.

Turn on:

#6 - Homens que praticam boxe.

O saudosismo que me é inerente.

Sei que sou Portuguesa de alma e coração quando me sinto a morrer de saudades de estar aninhada num abraço masculino.

Nota de Edição #22

Alguém que me explique porque é que Lisboa volta a explodir a 18 de Abril.

É dos detalhes que tenho saudades.

De repente deram-me umas saudades do entusiasmo de alguém que me espera em Lisboa com vontade de ser feliz em conjunto comigo.

Check!

Atravessar a Ponte 25 de Abril a correr.

Sou sempre a favor de boa publicidade!

Imagem

Mesmo sem nenhum de nós os dois o saber.

E depois tu partiste, a vida continuou e um dia morreste-me. Um dia descobri que um estúpido acidente te levou ainda antes de podermos falar sobre o que um dia vivemos.

Mas terei eternamente a memória das tardes quentes de Verão, dos campos amarelos e a serenidade que partilhávamos deitados numa manta à sombra de um carvalho enorme enquanto nos beijávamos, ríamos e vivíamos os tempos mais felizes de sempre. 

Sim, já fui muito feliz nesta vida!

Hoje lembrei-me dos campos, da camisola preta rendada e de tu a chegares na tua mota e de capacete, que quando o retiravas eu me perdia no verde dos teus olhos.

Já disse que tudo me serve como metáfora de vida?!

Na vida, como num bom jogo de póquer, nem sempre devemos apostar tudo e fazer all in. Importa sim ir a jogo muitas vezes, apostar algumas mãos, mas acima de tudo guardar algumas fichas para quando tivermos de facto um Royal (Strait) Flush nas mãos.

Sou uma saudosista assumo!

Morro de saudades de cultura e pessoas que me façam repensar-me a mim própria e sentir o prazer de estar viva.

Nota de Edição #21

A cultura urbana ainda tem um longo caminho a percorrer neste país!

Freud iria delirar!

Esta noite sonhei que o meu vizinho do lado tinha em casa uma cobra grossa, curta e branca. 
É provavél que Freud tenha alguma razão!

Nota de Edição #20

Estou boquiaberta com o trabalho de comunicação da Paróquia de Santa Joana, Princesa!

Nota de Edição #19

Estou capaz de implorar a todos os santinhos para que mais ninguém se lembre de organizar eventos dia 21!

Ela está aí.

Sei que a Primavera começa quando abro a primeira garrafa de vinho branco para beber na varanda.

Nota de Edição #18

Ter O Arrumadinho a comentar as mesmas fotos que eu!

Ou não!

Sabes que já estás suficiente adulta quando começas a pensar que esta seria uma boa fase para ter um bonsai em casa.

O Universo está a testar os meus limites.

Acabo de ser convidada para ir trabalhar por um período de tempo, no maior organismo público da minha área.
E disse sim!

Fiquei a ver estrelinhas!

Acabo de passar por uma velhota de cabelo  laranja-fogo-fluorescente. Acho que dei cabo de pelo menos um olho!

Nota de Edição #17

Andei aos pulos pela sala quando recebi uma mensagem de uma Apresentadora da nossa televisão a dizer que era subscritora da Le Cool Lisboa.