Ser mãe é aprender a lidar com isto.

Durante a gravidez o meu maior medo era se o meu filho tivesse alguma deficiência. 
Tive pesadelos e sofri horrores com a possibilidade de lhe fazer mal ou de alguma coisa estranha acontecer na ordem natural das coisas.

Ainda hoje tenho receio de vir a descobrir um problema de saúde, de ele ter um acidente, de algum mal lhe acontecer.

O pai da cria dizia-me que eu era maluca, que se isso acontecesse tudo se resolveria e que nós seríamos capazes de enfrentar o que a vida nos desse. 

Acho que no fundo o meu medo é que ele sofra e eu seja completamente impotente para lhe minimizar o sofrimento.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Eu:

Porto (de Abrigo)