Crónica de uma morte anunciada:

Cada minuto que passeio por Lisboa é uma despedida constante.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um lugar só meu...