Porque a minha capacidade de acreditar é tão intrínseca como o ar que respiro.

Eu ainda sonho com noites para dançar, com um saia rodada e sapatos de salto alto, ao som de um piano que toque milongas e onde o amor me enleve e faça deslizar nos braços de alguém que esteja lá para me amparar nas quedas.

Comentários

Calíope disse…
:) Não era um sonho meu, mas passa a ser! Que bonito!

Mensagens populares deste blogue