Aquele amor que não se explica...

Um dia disseste-me que só teríamos filhos homens porque os dois juntos tínhamos uma energia masculina. Hoje sei que tive um filho rapaz, porque precisava de um homem que tomasse conta de mim o resto da vida...

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Eu:

Porto (de Abrigo)