Sinal que não morri...

Em raros momentos ainda sou a miúda que vivia naquele T1 em Campo de Ourique e tinha em si todos os sonhos do mundo.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Eu:

Porto (de Abrigo)