Digam-me que não estou sozinha!

A minha quase inata capacidade de construir histórias também pode ser incrivelmente aplicada à indústria porno.

Comentários

Francis disse…
Não estás sózinha !
Ana A. disse…
Tu és gajo. Toda a gente sabe que os gajos fazem isso de forma quase inata.
Quero saber é se também há mais mulheres a fazê-lo ou não.

Mensagens populares deste blogue