De ti.

De ti guardo a minha alcunha de "Fera", os livros de banda desenhada que lias nas tarde de Domingo sentados no sofá enquanto a minha cabeça descansava no teu colo, os lanches na praia de Carcavelos, os 180kms/h a que conduzi o teu carro, a fome que tínhamos um do outro e este sentimento inexplicável que ainda hoje nos une e simultanemante nos mantém afastados.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A Odisseia de Ana A.