Ser livre é a minha condição.

De todos guardo memórias, pequenos apontamentos de realidade ou ficção que construí ou me foram dados a presenciar.

De uns guardo só o nome e o motivo que os trouxe à minha vida e de outros, infelizmente, ainda lhes carrego o peso da carcaça que me quiseram impor.

Talvez por isso, hoje, caminho sem amarras e sem a ilusão ingénua de que sou pertença de alguém, além de mim mesma.

Comentários

Mensagens populares deste blogue