Tens de ser TU a percebê-lo.

Eu sei que estás a perder a mulher da Tua vida ao deixares-me ir quando a única coisa que eu quero é ficar, mas não posso ser EU a dizê-lo.

Eu descubro-me nos outros.

Desta vez passei 4 dias com 35 pessoas vindas do continente europeu fora e estas foram aquelas que me marcaram por algum motivo:
  • Uma dinamarquesa que me ensinou a pronunciar "Hygge" e me deu muita vontade de ir viver na Dinamarca.
  • Uma espanhola esperta e fugidia que tem um lado lunar apimentado e 2 filhas crescidas.
  • Um irlandês cuja filha se casou em Vilamoura no Verão passado e tem uma neta deliciosa.
  • Uma turca que só fuma fora da Turquia, esteve a trabalhar duas semanas no Irão e sente-se revoltada com o uso obrigatório do véu.
  • Uma croata que trabalhou com babysitter em Roma há 20 anos, fala italiano lindamente e me fez apreciar Amaretto di Saronno.
  • Um grego que vive em Atenas, delirou com o meu plano de férias e me deu inúmeras sugestões.
  • Uma Sérvia que sobreviveu a um cancro e ganhou um novo fôlego na vida, perdendo muitos filtros pelo caminho.
E isto diz tanto de mim neste ponto da minha vida...

Conto os dias...

Faltam 11 dias para a aventura de uma vida em que decido largar o controlo de tudo e ir, literalmente, navegar ao sabor de ventos e marés, sem rede, paraquedas ou cinto de segurança.

Confio no Universo e acredito que este é um dos últimos passos que me falta para chegar onde preciso: o melhor de mim!

Oxigénio...

O teu amor por mim ficou tão descontrolado que precisaste de consumir o teu tempo e o meu, qual  oxigénio nesses pulmões, ao ponto de me teres feito asfixiar.

Já fui...

Estou perdida e completamente apaixonada por TI!

A considerar seriamente:

Viver na Dinamarca!

A resposta é sempre a mesma.

Quando me perguntam qual a minha perdição respondo invariavelmente: Homens com boa largura de ombros!

Ainda agora cheguei...

E já morro de saudades que me olhes com aquele desejo que te consome e me faz vibrar.

Tu nem sabes...

Fizeste a melhor descrição possível da minha cria a meio de mais uma das nossas conversas transcendentais: o meu filho é o meu bosque.

High Maintenance:

Tenho a liberdade inscrita no ADN ali num gene mesmo colado ao que me deu cabelos castanhos e olhos verdes.
Cresci a correr em searas de trigo, perdida em milheirais e com banhos tomados no riacho da terra onde vivia a minha avó.
Habituei-me a pedalar a minha bicicleta pela antiga linha do comboio, onde viajei em pequena de mão dada com o meu pai, com os cabelos rebeldes ao vento e sem mãos no guiador. 
Rebolei nas sombras das árvores com diferentes namorados de adolescência sempre que me apeteceu e a oportunidade o permitia.
Tomei incontáveis banhos de mangueira nas tardes quentes de Verão, depois de surrupiar uvas, figos e pêssegos das árvores vizinhas por onde passava.
Acordei muitas vezes de madrugada para ir ver o sol nascer naquele sítio só meu que nunca contei a ninguém, porque a minha ligação com os espíritos do mundo é sempre maior quando a luz rompe a escuridão.
Andava de pernas e barriga à mostra sempre que começava o calor. E nada me sabe tão bem como dormir nua ou deixar que o meu corpo seja apreciado por alguém conhecedor.
Conduzi todos os carros que tive oportunidade, sempre de vidros abertos e a velocidade acima do permitido, com música uns quantos decibéis acima do recomendado.
Entrar num avião ou num barco é o expoente máximo de contacto comigo mesma e a água a minha eterna atracção. 
Faço amigos com todos os estranhos que gostem de conversar e se fascinem pelos mistérios do mundo. 
Privilegio a liberdade acima de qualquer valor.

Sou o tipo de mulher que não se prende, que tem de se apaixonar para querer ficar.

Breve introdução ao conceito: Obsessão

Procurar jóias em catálogos e países novos.

Aquele momento.

Em que o aeroporto está mais concorrido que a Feira da Ladra em época estival.

Só de noite...

O meu caminho do inconsciente ao consciente é feito nos meus sonhos.

समाधि

Sabes que atingiste outro nível de iluminação quando alertas o pai da criança, sem qualquer pinga de ironia, para o facto de ele estar a marcar eventos com a atual no calendário partilhado que manténs com a guarda do filho em comum.

Em Copenhaga aprende-se:

Que o dress code são All Stars e malas de viagem cor-de-rosa.

Isto diz tanto de mim...

Num jantar de 60 pessoas eis aquelas com quem senti algum tipo de ligação:
  • Uma irlandesa, que já correu 5 maratonas.
  • Um alemão de esquerda que vive em Lisboa há 26 anos e já nadou no rio Tâmega.
  • Uma irlandesa que vive em Paris há 36 anos, é apaixonado pelo neto que vive em Washington e morre de medo de ter cancro da mama como a irmã.
  • Um português que vive na Grécia, mas foi professor universitário no Porto e punha música em bares à noite.

Maior Cliché!

Comer iogurte grego na Grécia!

Médio Oriente:

Porque todo o amor tem uma morada, esta é a nossa.

Quando decides ir embora.

Estás apenas a subir a aposta enquanto esperas pelo jackpot.

Memórias gustativas:

O café grego tem um travo a chocolate e morango.

Amor

A melhor prevenção e remediação para o cancro da alma.

Tempo

A melhor quimioterapia para o cancro da alma.

Somos os dois doentes oncológicos.

TU no corpo, EU na alma.

Por mais estranho que pareça...

A aceitação é o primeiro passo para a mudança.

Ainda ando a descobrir...

Como se curam as feridas da alma.

A minha culpa:

Foi não ter conseguido explicar-te as minhas reais necessidades.

O pior mal-entendido...

Foi não percebermos que a dedicação que tínhamos um ao outro teve obrigatoriamente de ser canalizada para um bebé que estava a lutar para sobreviver.

Breve introdução ao Conceito: Playboy

O macho geneticamente menos apto da espécie que precisa doutras artimanhas para ser escolhido pela fêmea.

O que ainda magoa.

É ver-te a dar a outra pessoa, aquilo que foste incapaz de me dar a mim. Apesar do quanto dizias amar-me...

Aniquilação

Tu mataste a minha essência: destruíste por completo a minha capacidade de sonhar.

I tried to warn you just to stay away



Sempre fui demasiado...

Passei a minha vida toda a ouvir que era demasiado. Demasiado alta. Demasiado grande. Demasiado gorda. Com demasiadas curvas. Demasiado barulhenta. Demasiado descontraída. Demasiado emocional. Profissionalmente demasiado boa para uma série de tarefas. Demasiado inteligente. Demasiado brilhante. Com demasiadas competências. Demasiado pensativa. Gosto de filosofias em demasiado. Demasiado intensa. Demasiado impaciente. Com demasiadas fragilidades.

Enchi-me de ser demasiado para tanta gente. Decidi só permitir na minha vida quem saiba lidar com coisas que não precisem de ser medidas para serem não apenas suficientes, mas estarem disponíveis sempre na quantidade certa.

Dos teus ensinamentos:

Os melhores fogos são os que consomem lentamente...

Xanax precisa-se!

Uma mesa redonda com representantes da Comissão Europeia, do Parlamento Europeu, do Governo Grego e EU!

Sonhos por cumprir:

#37 - Levar o meu filho a viajar no Comboio do Douro.

Pedagogia - Um conceito simples


Time is Precious | Victoria Milligan | TEDxTruro

Our debut was a masterpiece


Lição n.º 80

Nunca nos devemos sentir culpados por estarmos felizes, independentemente das circunstâncias que nos rodeiem.

Aprendizagem Gratuita:

Não procures as minhas raízes enquanto não quiseres os meus frutos.


Declaração de Amor - Take XXXII

Tu és o espelho que reflecte as partes invisíveis da minha alma.

Toda a opinião deste blog sobre as autárquicas:




Tenho mesmo pena de já não votar em Lisboa este ano!

Amuletos deste blog!

Sardinhas Vencedoras


Menções Honrosas

Sonhos por cumprir:

#35 - Viver uns meses numa roça em São Tomé e Príncipe.

Together, we can grow old.



E ainda me pergunto o que isto é...

Tudo o que te escrevo é uma permanente declaração de amor.

Sonhos por cumprir:

#34 - Aprender a disparar uma arma.

No Dia da Criança:

Vou pegar novamente numa bicicleta e pedalar com os cabelos ao vento, para voltar a sentir aquela sensação de liberdade de antigamente, onde todos os sonhos eram possíveis e não havia limites para o que eu podia concretizar.

Estou tão tramada contigo...

Lembro-me perfeitamente de te ter perguntado quais os teus amuletos numa das primeiras conversas que tivemos, daquelas que me estimulam a alma quanto os teus dedos me estimulam o corpo. Lembro-me do teu ar perplexo como quem diz que nunca parou para pensar nisso. Ainda imaginava na altura se trarias no corpo tatuadas todas as mágoas que trazes tatuadas na alma.

Até que me me dizes que não se pode ser água e fogo ao mesmo tempo. E eu te respondo que não, mas pode ser-se fénix, que é precisamente o amuleto que trazes entranhado em ti, por dentro e por fora de tudo o que te compõe.

20 minutos perdidos!

Passados ao telefone com um ex.

You're the only one that can calm me down



De volta a mim...

Sabes que estás no caminho certo quando uma das pessoas que bem te conhece te diz: Tu voltaste a ser tu!

Leap of faith:

Commit - Believe - Keep going.

Aprendizagens:

A distância permite-nos ganhar perspectiva.