Oxigénio...

O teu amor por mim ficou tão descontrolado que precisaste de consumir o teu tempo e o meu, qual  oxigénio nesses pulmões, ao ponto de me teres feito asfixiar.

Comentários

Mensagens populares deste blogue