Há sempre uma perspectiva nova!

Costumava achar que a culpa das coisas não terem resultado era minha. E depois percebi que o que me move é o desafio e provavelmente aquela pessoa deixou de ser interessante o suficiente para representar um desafio e valer o meu tempo...

Comentários

Mensagens populares deste blogue