Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2017

Favoritos do Mês:

Dezembro: Mês Inicial


Livro favorito: As Oito Montanhas
Imagem favorita: As Dolomitas

Música favorita: When The End Comes
Série/filme favorito: A Montanha Entre Nós

Ted Talk favorita: Love, no matter what

Aprendizagem favorita: Desistir não é falhar, é apenas aceitar que não era a decisão correcta.
Mantra favorito: Let it be...
Objecto favorito: A minha caneca unicórnio
Peça de roupa favorita: Pijama cor-de-rosa

Compra favorita: Casaco amarelo
Comida favorita: Cheese garlic Nan
Momento favorito: O meu jantar de Natal privado

Lugar Favorito: Soajo
Pessoa favorita: André

O melhor presente de aniversário!

Chegar aos 34, ir com 2 amigas na estrada e sofrer uma tentativa de engate num semáforo por 3 tipos do carro ao lado!

Breve introdução ao Conceito: Natal

Aquela altura do ano em que recebes o maior número de mensagens de Boas Festas de números que não sabes a quem pertencem.

A minha essência é a escrita.

Escrever sobre o que nos magoa é provavelmente o exercício mais difícil de todos. Porque nos obriga a recordar sentimentos que doem, que nos fazem chorar, que nos deixam tristes novamente. E nós passamos uma vida inteira a fugir da tristeza, a correr para esta alegria feroz sob que forma for e com quantas ajudas tenhamos de usar. Escrever sobre o que nos magoa tem o condão de nos voltar a roubar novamente um bocadinho de alegria. 
Hoje escrevo sobre aquilo que mais me magoa e sobre o qual já fiz piadas mas que ainda assim dói. Hoje escrevo sobre o dia 29 de Janeiro de 2016, o dia em que fiquei sozinha em casa. Grávida de 8 meses, enquanto o pai do meu filho ia embora sobre a desculpa de ter de ir trabalhar para a Suíça. Hoje escrevo sobre a sensação de ter um coração partido em mil bocados, com um filho dentro da barriga que eu queria proteger e ao qual não queria passar desde logo e tão cedo esta angústia de me sentir abandonada, outra vez. Hoje escrevo sobre o sentimento de abandono,…

Desenganem-se os machos!

Alguns homens acham que pelo acto de vestirem um fato deixam de ser trogloditas e transformam-se em cavalheiros!

Faças o que fizeres...

Acabas sempre a vaguear nas memórias (e nos sítios) onde foste feliz.

Menos de 48h depois:

E eu já desespero para voltar ao Porto.

Sabes que o Porto ainda não é cosmopolita que chegue:

Quando tens de vir matar saudades de comida indiana boa a Lisboa!

Declaração de Amor - Take XLIX

Tu e eu somos uma maratona!

Verbo da Semana:

Sistemicir.

O meu GIGANTESCO problema!

É sempre o longo prazo.

No correio aprende-se:

Que o emprego é um problema dos tempos modernos.

3,25/10

E com menos 2 minutos no total.

Wonder Woman

Tomar conta de uma criança sozinha, e ainda continuar a ter uma vida cheia para além da maternidade, é genuinamente um trabalho de super-heroína!

Tal como agora.

Aprendi que o corpo tinha memória numa entrevista que fiz a um actor de teatro do Porto que muito admiro. E hoje constatei isso mesmo quando dei por mim a adormecer na mesma posição de quando estava grávida e me lembrei da sensação de ter o meu filho na barriga e de estar sozinha numa casa imensa numa cidade enorme, onde eu e ele éramos todo o Mundo.

O melhor presente de Natal de 2017!

Aquela sensação quando descobres que um amigo teu anda a ver se consegue ir correr a São Silvestre contigo apesar do problema de saúde que não o deixa correr muito tempo.

Em que Mundo vivemos?

Acabo de descobrir que há aspiradores a custar quase o ordenado mínimo nacional!

Terça-feira:

É o dia das emoções fortes!

Grito Silencioso de Férias:

Tentar pagar as compras como Cartão do Cidadão!

2/5

Conseguidos em igual tempo ao anterior!

Imagem de Marca:

Liberdade.

9688

Agora só falta que São Silvestre me ajude dado que a inscrição na prova já está feita!

Verbo da Semana:

Dilemir.

OST do Dia!

Xixi - Cocó repetido até à exaustão pela cria cá de casa!