Por mais dissonante que possa parecer...

Há a maneira certa e a maneira errada de magoarmos outra pessoa.

4 comentários:

Anita disse...

Eu tenho o dom de escolher sempre a errada, mesmo sabendo que ganhava muito mais se escolhesse a certa...

Ana A. disse...

Anita, não se trata apenas de ganhar e de benefícios. Trata-se acima de tudo de colhermos o que semeamos na vida. E de respeito fundamental por outro ser humano.
Nem sempre é fácil, mas eu acredito que é um esforço que vale o investimento.

Anita disse...

Ora aí está algo em que ando a investir a sério :) e TV

Ana A. disse...

:)

A maior fuga!

Fugirmos de nós mesmos.