Favoritos do Mês

Junho: Mês Invertido



Imagem favorita: Terme di Saturnia

Livro favoritoMulheres Que Correm Com Os Lobos

Música favorita: Escape 

Série/filme favorito: I Feel Pretty

Ted Talk favorita: Design for all 5 senses

Aprendizagem favorita: Não importa como caímos, importa como aterramos

Mantra favorito: Conserva a tua própria magia

Objecto favorito: Auscultadores

Peça de roupa favorita: Calças floridas

Compra favorita: Jumpsuit preto

Comida favorita: Nachos com abacate, tomate e queijo

Momento favorito: O primeiro mergulho no mar este ano

Lugar Favorito: Bunkers del Carmel

Pessoa favorita: Gabriela

Descoberta dos 34 anos:

Tenho um fraquinho forte por homens tatuados!

Bodas de Prata:

25 Anos de Amizade dão direito a um dia inteiro no Spa!

Lição n.º 87

O melhor de dois mundos também implica o pior de dois mundos.

E por isso hoje durmo em paz...

Sei que dei mesmo o melhor de mim quando olho para trás e me vejo a arranjar-me e sair para comemorar um aniversário de namoro 2 meses depois do meu filho nascer quando a única coisa que eu queria era descansar de uma cesariana e de longas noites a acordar às 4h da manhã para alimentar a cria.

Sabes que tens problemas:

Quando nos planos de organização das tuas férias está incluído um plano de treino funcional!

Quando eu tenho medo de mim!

Aquele momento em que uma amiga tua te diz que decidiu divorciar-se por causa de uma frase que tu disseste, seguido do momento em que outra amiga tua te diz que uma conversa tua a despertou a ir à procura de um homem que a fizesse feliz!

Não sei se sou destruidora ou construtora de lares, mas sei que ninguém fica igual depois de falar comigo.

Alcântara:

É sinónimo de um sonho que ficou por cumprir.

Campolide:

Será eternamente o sítio onde descobri aquilo de que era mesmo capaz.

Old School:

Sabes que ainda és Xennial quando fazer vídeos para a IGTV não é bem a tua cena...

Nas minhas entranhas:

Tenho uma loba a querer-me sair pela garganta fora.

São João Multicultural:

Uma americana, um angolano, uma romena, uma portuguesa e eu!

A vantagem do lado mau:

Eu deixei de saber o que eram dias maus quando me vi sozinha com um filho nos braços e deixei de me poder dar ao luxo de não estar lá mesmo que esteja à beira do colapso!

Na vida em geral...

Eu gostava de ser tudo aquilo que me faltou.

São João, São João dá cá um balão!

Em noite de São João
Eu quero muito balar
Vou vestir meu macacão
E muita fogueira saltar.

Levou-me mais de 2 anos...

Depois do meu filho nascer precisei de tempo para perceber quem era esta nova Ana, para clarificar que ela queria da vida e para reiterar o imenso valor que ela tem e o facto de efetivamente ser um mulherão em absolutamente todos os aspectos!

Roteiro Catalão:

Castelldefels - Marisol - Passeig de Gràcia - Bunkers del Carmel - Mirador de Colom - Museo Erótico de Barcelona - Carrer del Bisbe - Barrio Gótico - Basílica de la Merced - Cuines Santa Caterina - Port Vell - Rambla del Mar - Casa Batló - Castel de Montjuic - Jardins de Laribal - Museu d'Arqueologia de Catalunya - Maker Faire Barcelona - La Xampanyeria - Basílica de la Sagrada Familia

É por isso...

Deixei de escrever com o coração quando comecei a colar os cacos outra vez depois de ter sido estilhaçado. Ainda é demasiado frágil para se voltar a expor e correr o risco de ser partido novamente.

Barcelona:

A cidade mais bonita do Mundo!

Santo António teve Alzheimer aqui pelo meio...

Há 3 anos atrás estava perdidamenete apaixonada, festejava o Santo António com o homem que viria a ser o pai do meu filho e planeava casar. 

Sobre o Anthony Bourdain, o voluntariado no hospital e a gratidão.


Quem me conhece minimamente, e principalmnete quem me lê há algum tempo, sabe perfeitamente que raramente falo de "temas quentes" do momento e menos ainda sou dada a homenagens póstumas dos que não conheço. Mas a verdade é que a morte do Anthony Bourdain me abalou de uma forma que eu própria não consigo bem perceber... Pensava nisto hoje enquanto lia a notícia meia incrédula a meio do almoço, já à pressa porque o trabalho aperta. E concluí que o Anthony Bourdain foi uma figura com um peso muito grande na minha vida e que me impactou imenso, mesmo sem eu nunca ter percebido e ele nunca vir a saber.

A primeira vez que vi o Bourdain foi num programa na Sic Radical (já não me lembro do nome!) em que ele estava em Lisboa a conhecer as pessoas e a comida. Foi lá que descobri quem eram os Dead Combo, que são só uma das minhas bandas favoritas de todo o sempre, cujos concertos a que assisti já perdi a conta, uma banda que conheci pessoalmente e com quem falei algumas vezes e de quem tenho um livro autografado.

Foi o Bourdain que me fez perceber que esta coisa do lifestyle era gira e, em última análise, foi uma enorme e imensa influência, ainda que inconsciente, na minha decisão de um dia gerir uma publicação semanal nesta área. Foi graças a ele que descobri outras coisas de Lisboa e ganhei o bichinho de ir encontar coisas pouco comuns mas muito cool!

E é incrível como às vezes isto conta tão pouco quando vivemos num lugar escuro... Tenho pensado muito nisto do que é o sucesso, o que nos faz sentir bem-sucedidos, quais os objectivos que temos de cumprir para estarmos satisfeitos. E a treta é que estamos no último nível da pirâmide de Maslow... E agora? O que se segue quando se chega ao topo? A que podemos aspirar quando as nossas necessidades primárias estão satisfeitas? O que nos torna genuína e verdadeiramente felizes? Será que acabamos todos em depressão? Será esta, a par com o cancro, a doença mais comum deste século?

(Ainda) Não tenho respostas para as minhas próprias perguntas, mas sei que a felicidade passa inevitavelmente pela gratidão daquilo que temos e nem valorizamos. Um dia escreverei sobre a experiência transformadora que tem sido fazer voluntariado num hospital. Por agora resta-me agradecer o facto de estar viva e de boa saúde. Afinal de contas, a gratidão é mesmo um íman dos milagres!

Já disse hoje e repito:

Estarei provavelmente a viver uma das melhores fases da minha vida!

No Tinder aprende-se:

Que há uma profissão de Drone Racing Pilot.

Disruptivo:

O adjectivo mais frequente no meu actual trabalho.

Síndrome da Gata Borralheira:

Fico sempre genuína e imensamente espantada quando faço matches no Tinder com gajos jeitosos, bonzões e na maioria das vezes PT's em ginásios!

Cuidar de mim.


1. Dormir a sesta sempre que me sinto fisicamente estourada, nem que seja 10 minutos antes de ir buscar o meu filho ao infantário.
2. Alimentar-me bem todos os dias, o que também implica comer porcaria de vez em quando (ex: pipocas no cinema, francesinha com amigos), mas planear refeições saudáveis e fazer as compras para elas.
3. Cansar o corpo para descansar a mente, seja um treino de cardio no ginásio, uma aula de yoga em casa, 15 minutos de meditação no jardim, um passeio a pé na praia.

#thehapinessproject

Palavra do Dia:

Ergasteria.

Na biblioteca aprende-se:

Que foi a religião que chamou ao trabalho uma vocação!

Velhos Hábitos:

Aquele momento em que precisas de fazer compras num supermercado em Lisboa e dás por ti no Pingo Doce de Campo de Ourique como nos bons velhos tempos! 

Melhor ideia de sempre:

The Sapio Sexual Summit.